Pages

20 de mar de 2011

Ilícita verdade



{O que eu preciso é de um tempo só meu. Preciso ouvir as vozes que ecoam os meus ouvidos e sentir o palpitar de alegria do meu coração}
Um toque de sentimentalismo se instalou em mim recentemente.
Andei pensando que talvez não valesse a pena dar ouvidos à pessoas que pouco me conhecem e muito me julgam.
Isso me fez chegar a uma conclusão muito ilustre sobre a sinceridade.

Aqueles que se dizem tão sinceros e com um enorme caráter, não passam de pessoa
s cruéis e que não se importam com o sentimentalismo do próximo.
Dizem coisas terríveis e acusadoras à um semelhante, sem olhar para os seus própios defeitos e sua dignidade.

Aconteceram fatos nos últimos dias que me fizeram refletir sobre esse assunto.

Fiquei muito triste por ter ouvido absurdos.

Assim, decidi que precisava de um tempo para refletir sobre minha vida, meu passado e meu presente.

E aqui estou eu, escrevendo e refletindo sobre essa infinita estrada da vida.

3 comentários:

mateus disse...

gostei do blog,sucesso to seguiindo

http://besteiradainternet.blogspot.com/

Fabi disse...

ter um tempo só seu é sempre bom.

Suzana disse...

Sempre precisamos de momentos como estes!Precisamos refletir sobre nossos atos!

Postar um comentário