Pages

17 de dez de 2010

Interrogação


Como faz pra te conhecer? Como faz para te esquecer? Como faz para amar
você? (Ana Cañas - Interrogação)

Quem realmente é você? por que se esconde?

Para onde foram aqueles sorrizos e aquela alegria que parecia não ter fim?

Você pensa que não vejo a tristeza e desespero nos seus olhos?
Você tenta se esconder atráz de sorrisos e meiguices, mas você não me engana.

Eu posso ver o seu constrangimento perto de pessoas as quais sempre conpartilharam alegrias com você.

Eu posso sentir o seu tremor ao ouvir palavras acusadoras e infames contra o seu caráter.
Pensa que fico feliz em vê-lo assim?
Acha que continuar nesse estado lhe favorece?
Você sabe que não.
Sabe tambem que assim, me afastará da sua vida e do seu coração.

2 comentários:

Anônimo disse...

Bela composição ( a palavra poema é limitante!). Bem triste! Tem um texto de M. Bandeira que me ajuda quando estou triste você pode tentar:

“... Não tremer de esperança e nem de espanto.
Nada pedir nem desejar senão a coragem
De ser um novo santo. sem fé num mundo além do mundo.
E então morrer sem uma lágrima que a vida
Não vale a pena e a dor de ser vivida.”


Ah! Quanto a o tema estar perdido tenta esse:


“Para onde você vai ?
Correndo...
Correndo...
Correndo...
De onde você vem ?
Correndo...
Correndo...
Correndo...
Um coração não conhece
a dor que guarda.
Um sonho não revela
a verdade que esconde.
Até que o sonhador...
ACORDE!”

Desculpe não sei quem é o autor ! E Desculpe me meter sem te conhecer.

Adorei a imagem.


R.M.F

Anônimo disse...

O autor eu não conheço mas esse que a Thaiza colocou é de um livro chamado "Lobisomen o apocalipse" é um livro de RPG da Deivir Livraria

Postar um comentário